Fotos

Caminhada do Último Domingo – Mês de Agosto – Trilha da Estrada do Imperador

Neste último domingo de Agosto de 2016, realizamos como de costume nossa Caminhada Ecológica em um dos locais mais bonitos da Cidade Imperial. Trata-se da Caminhada da Estrada do Imperador -Petrópolis |Rio de Janeiro, um verdadeiro desafio para o armazenamento de fotos dos  Smarts Fones.

A caminhada começou na Estradinha de blocos encaixados da Vargem Grande, na região da Nossa Senhora do Rocio ou somente Rócio, aqui em Petrópolis.

O Sindacta da Aeronáutica, no Alto da Montanha, como plano de fundo ao lado direito, a Pedra do Bonet e sua vegetação do lado esquerdo, começamos  forte, subindo a estradinha até o ponto final do Rocio.

Em seguida, pegamos uma estradinha de barro que nos levou à trilha que desce ao Vale das Princesa, já no município de Miguel Pereira. Antes,no entanto, nos deparamos com um verdadeiro paraíso das meias montanhas, no horizonte, com um dia belíssimo e céu de brigadeiro. O dia estava perfeito para a pratica da Caminhada Ecológica!

Passamos por belos panoramas e lugares especiais pelo caminho. Trilhas, Fazendas Antigas e Fazendinhas, Igrejinhas, Sítios, Rios e Montanhas.

Realizamos 3 paradas para apreciarmos a paisagem e realizar pequenos lanches.

Nossa maior parada, aconteceu no Rústico Barzinho do Sr. Henrique, um dos comerciantes mais conhecidos na região do Vale das Princesas. Animado e gentil, o Sr. Henrique e filho, possuem um pequeno bar e pouso para quem quiser ficar por lá mesmo e, curtir um pouco mais do clima de Aventura, deste local.

Mas, a nossa caminhada não havia terminado. Nosso próximo desafio foi andar pela antiga Estrada do Imperador, no meio da Floresta Atlântica, completamente preservada.

Nos despedimos do Sr.  Henrique e caminhamos até o nosso primeiro point da Floresta, a Cachoeira dos Três Saltos do Imperador. Um belo cenário da natureza com águas cristalinas, escondidas pelas curvas da Estrada.

A região faz parte da Reserva Biológica do Tinguá e possui uma diversidade de aves, insetos, mamíferos, repteis e 10 km praticamente cobertos por uma vegetação densa e temperaturas menores, pelo menos 4º graus menor do que o ambiente sem proteção da densa floresta.

A Estrada do Imperador levou cerca de 10 anos para ser totalmente construída, no sec. XIX a pedido do Imperador D. Pedro II, onde seu principal objetivo era manter uma via de comunicação entre as cidades de Petrópolis e as cidades do Vale do Paraíba do Sul ( Vassouras, Miguel Pereira, Paty, Valença, Pirai e outras).

De 1838 a 1848, o Engenheiro Otto Reymarus e a seção de Obras e vias da Capitania do Rio de Janeiro de mão de obra escrava realizaram este belíssimo caminho por entre os vales, pedras, rios e árvores.

Nosso próximo point era a Mesa do Imperador. Um bloco de pedra com um mirante espetacular da Reserva Biológica do Tinguá. Uma vista particular do Fundo da Baía da Guanabara, do Pico do Congonhas e das várias ravinas das montanhas verdes escuras de toda a Serra do Couto.

Mais uma parada para repor as energias e seguir a nossa grande caminhada.

O nosso próximo point foi a  Curva do O, mais um belo panorama deste belíssimo passeio. O mirante dá vistas para a uma grande serpente petrificada nas montanhas, a Estrada Washington Luiz. Sua curvas, túneis, pontes e viadutos brancos entre os abismos nos impressionaram  e nos levaram a pensar: Como foram corajosos os homens que construíram esta estrada!

Nosso desafio  terminou na Estrada da Vargem Grande, no Km 0 da Estrada do Imperador depois de realizar um circuito de 17 km de cenários naturais incríveis.

Foi um dia fantástico, meninas!Parabéns.

 

Anderson Maverick

Guia Nacional e Regional de Turismo

Foto Paisagem 1
Foto da Trilha 9 Foto da Trilha 8Foto da Trilha 8Foto da Trilha 7Foto da Trilha 6Foto da Trilha 4Foto da Trilha 3Foto da Trilha 2Trilha 0Fotos: Juliana Espindola

 

Comments are closed.